Jul 5, 2011

Querido Leitor da Rosana Hermann no R7

Então, estou avisando caso você passe por aquia, procurando pelo Querido Leitor, meu blog (Rosana Hermann), que está no Portal R7.
O endereço é http://noticias.r7.com/blogs/querido-leitor/.
Para lembrar, o mais fácil é o alias, http://r7.com/rosana

No Twitter, @rosana

Mar 2, 2010

De: Biz Stone para todos os twitteiros

Biz Stone (@Biz)
to me

show details 9:19 PM (8 minutes ago)


Hi there,

In the early days of Twitter, I used to send out short updates just to keep everyone in the loop since so much was happening. It's been a while, but you signed up for short, monthly updates from Twitter so we thought it was time to start sharing more information. We've had quite a year. If you haven't visited in a while, we'd like to invite you to come have a look at http://twitter.com -- we've been busy!

Growing Up

In the course of a year, registered Twitter accounts have grown more than 1,500% and our team has grown 500%. Recently, we hired our 140th employee! His name is Aaron and he's an engineer focused on building internal tools to help promote productivity, communication, and support within our company. We celebrated with a little dance party.

Features of Note

Some features of note that we released over the course of a year include the ability to create lists, quickly spread information with a retweet button, and an easier way to activate your mobile phone to work with Twitter over SMS. We also built a new mobile web site that looks and works much better on smart phones.

Feeling Inspired
By working together during critical times when others needed help, sharing important information that otherwise might not make the news, and inventing new and interesting ways to use Twitter, you've shown us that Twitter is more than a triumph of technology -- it is a triumph of humanity. Projects like Fledgling and Hope140 were inspired by you.

Chirp!
While there may only be 140 full-time employees working at the Twitter offices, there are thousands of dedicated platform developers who have now created more than 70,000 registered Twitter applications creating variety and utility for all of us. We'll be gathering this spring at Chirp, our first ever official Twitter developer conference.

Thanks,
Biz Stone, Co-founder (@Biz)
Twitter, Inc.

PS: This was sent to rosana@gmail.com for the account @rosana. If you'd rather not receive newsletters from Twitter, you can unsubscribe immediately. For questions, please visit us at Twitter Support.

Feb 8, 2010

Arquivo Público disponibiliza na internet jornais do século 19

Arquivo Público disponibiliza na internet jornais do século 19

Pesquisadores e estudantes têm acesso eletrônico e gratuito a jornais que marcaram a história da imprensa em São Paulo

O Arquivo Público do Estado de São Paulo coloca a disposição do público em seu site (www.arquivoestado.sp.gov.br) nove títulos de jornais do século XIX, num total de 1.670 páginas. Os jornais datam de 1827 a 1888, período inicial da imprensa brasileira, em que se destaca O Farol Paulistano (1827-1833), o primeiro jornal impresso e editado na província de São Paulo.

Até então, os pesquisadores tinham acesso apenas aos jornais originais, no salão de consultas da instituição. Com a iniciativa de digitalizá-los e colocá-los na internet, é possível preservar esta documentação e, ao mesmo tempo, tornar a pesquisa mais fácil e acessível a todos.

A primeira prensa foi trazida ao Brasil em 1808, com a vinda da Família Real. Por volta de 1824, o governo imperial começa a perder seu prestígio, com o surgimento de vários jornais de oposição. Na segunda metade do século XIX, a edição de jornais intensificou-se, agora com caráter informativo e periodicidade regular. Os jornais da época eram elaborados, editados e impressos em escolas, associações recreativas e grupos literários, como O Tymbira (1860-1861), jornal acadêmico; O Publicador Paulistano (1857-1859) e O Rebate (1874), ambos dirigidos por estudantes de direito.

Destacam-se também as publicações do governo da província como O Compilador Paulistano (1852), que defendia a administração provincial de Josino do Nascimento Silva e O Paulista Official (1828), editado por Luiz Maria Paixão.

A partir do final do século XIX, os jornais deixam de ser artesanais. Nesse momento, as empresas jornalísticas surgem nos grandes centros urbanos e os principais títulos de jornais mudam para formatos maiores.

O desenvolvimento dos meios de comunicação, tais como os correios e o telégrafo, fez com que os jornais também evoluíssem, recebendo informações sobre os principais fatos ocorridos do dia. O avanço tecnológico também facilitou a entrega de assinaturas, ampliando o público leitor.

Outros títulos disponíveis no site são: A Redempção (1887), folha abolicionista; Aurora Paulistana (1851), jornal do partido conservador e O Polichinelo (1876), semanário ilustrado e humorístico.

Sobre o Arquivo Público do Estado de São Paulo

O Arquivo Público do Estado de São Paulo é um dos maiores arquivos públicos brasileiros. Vinculado à Casa Civil, sua função é formular uma política estadual de arquivos e recolher, tratar e disponibilizar ao público toda documentação de caráter histórico produzido pelo Poder Executivo Paulista. A instituição mantém sob sua guarda aproximadamente 6 mil metros lineares de documentação textual permanente, 17 mil metros de documentação intermediária, 900m de material iconográfico, grande quantidade de jornais e revistas e uma biblioteca de apoio à pesquisa com 45 mil volumes.



Informações:

Núcleo de Comunicação do Arquivo Público do Estado de São Paulo

Tel. (11) 2089-8124



Verônica Cristo

vcristo@sp.gov.br

Patrícia Carvalho

comunicacao@arquivoestado.sp.gov.br

Visite nossa Sala de Imprensa: www.arquivoestado.sp.gov.br/imprensa